21 de novembro de 2018

EPAMA

Noticias

4 dicas para fazer um programa de fidelidade em um posto de combustível

Conquistar e manter clientes são atividades inerentes de qualquer negócio. Torna-se ainda mais importante quando se trata de um mercado consolidado e com muitos concorrentes. Por isso, criar um programa de fidelidade pode ser o diferencial na atração de novos consumidores e para o aumento das vendas no posto de combustível.

Esse tipo de programa permite que o gestor consiga mapear as vendas do posto e da loja de conveniência, identificando quais itens vendem mais e o que mais agrada os consumidores. Como resultado pelas informações obtidas o cliente recebe recompensas. Quer saber como implantar um programa de fidelidade no seu posto de combustível? Continue a leitura e descubra como.

1. Tenha um bom planejamento

O planejamento é essencial para evitar erros, onerar o programa ou criar algo que não engaje os clientes. Um dos principais fatores a considerar é a definição de quais itens gerarão pontos e quantos pontos serão necessários para atingir as premiações, se estas serão vantagens, produtos ou serviços e se serão no estabelecimento ou por meio de parceiros.

O planejamento também deve levar em conta qual o público-alvo a ser atingido e a definição de estratégias internas e externas para gerar uma boa adesão ao programa. Além disso, deve-se fazer os estudos financeiros necessários, evitando que o orçamento fique sufocado.

2. Estabeleça regras claras

O estabelecimento das regras está diretamente relacionado ao planejamento. Depois de planejado é preciso formalizar, o que dará segurança jurídica para o posto e também para o cliente. É importante que tais regras sejam de simples entendimento e sem burocracia. Entre os pontos que devem ser esclarecidos estão:

  • quais produtos receberão pontos;
  • quanto em valor será necessário para atingir um ponto;
  • se os pontos têm prazo para expirar;
  • formas de cancelamento.

3. Incentive a adesão

Para que o programa atinja o resultado esperado, ter um bom número de consumidores é fundamental, pois é a fidelização, ou seja, a compra repetitiva que ajudará o negócio a compensar as premiações oferecidas aos clientes e possibilitar o retorno do investimento.

Treine a sua equipe para ofertar o programa durante o atendimento, crie cartazes no posto e na loja de conveniência destacando os benefícios e faça campanhas promocionais (tanto nos meios digitais quanto nos meios tradicionais como rádios locais).

4. Avalie os resultados

Depois que o programa estiver em funcionamento é preciso avaliar os resultados, para isso é necessário ter metas claras e indicadores de desempenho. Você precisa ficar atento se a quantidade de clientes está aumentando, se houve diferença no faturamento, se os custos do programa compensam essa diferença, se o programa está afetando o seu preço etc.

O mais importante do processo de avaliação é que ele possibilita enxergar as principais oportunidades que precisam ser ajustadas no programa. Com os dados o gestor poderá criar um plano de ação e refinar o programa até conseguir os resultados esperados.

Criar um programa de fidelidade é uma ótima estratégia para atrair e fidelizar clientes. No entanto, o sucesso do programa está condicionado a produtos de excelência, atendimento diferenciado e qualidade de serviço. Siga essas dicas e alavanque os seus resultados.

Fonte:

Facebook

Siga-nos no facebook
Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar