15 de julho de 2018

EPAMA

Noticias

As dívidas não morrem quando o devedor morre.

Ao contrário do que muita gente acredita, as dívidas não morrem quando o devedor morre. Muitas pessoas passam por momentos terríveis após a perda de um ente querido. Mesmo com a dor e angústia sentidas após o fato, se veem em uma situação delicada, acabam podendo herdar não só uma herança, como também as dívidas dos seus familiares falecidos. Então caro empreendedor, vamos cuidar de suas dívidas, negociar, pedir ajuda de terceiros para não deixar este vexame para os seus herdeiros em caso de algo inesperado. Lembro que as dívidas entram no total do inventário e apenas o que sobrar será herdado. Maiores detalhes vide o Código Civil Brasileiro, no artigo 1997 e no artigo 597, do Código de Processo Civil, a herança deixada responde pelo pagamento das dívidas do falecido.

Facebook

Siga-nos no facebook

Publicidade

Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar