20 de outubro de 2018

EPAMA

Noticias

DEVERES DOS FRENTISTAS:QUAIS SÃO?

Frentistas, assim como ocorre com qualquer categoria, têm seus direitos e deveres.  Ao longo desse artigo iremos explicar quais são os deveres dos frentistas e outras informações a respeito dessa função.

Podem haver regras internas e próprias de cada posto de combustível, mas deve-se seguir à risca aquilo que que a lei determina.

O que faz um frentista?

Frentistas exercem diversas funções dentro dos postos de combustíveis. Esse trabalho abrange o abastecimento, a limpeza e a manutenção dos veículos.

Entre as diversas atividades que um frentista pode fazer, podemos citar:

  • abastecer diversas categorias de veículos, como carros, motos, ônibus, caminhões, etc.;
  • limpar o para-brisa dos veículos que são atendidos;
  • lavagem de veículos;
  • revisão de óleo e filtros;
  • troca de óleo;
  • conferir a água do radiador;
  • calibrar pneus.

Além dessas funções habituais, o frentista também pode trabalhar como caixa, por exemplo.

Quais são os requisitos e regras necessários para o trabalho de frentista?

Jornada de trabalho

44 horas semanais, seu descanso semanal deve acontecer por escala de revezamento.

Quais são os deveres dos frentistas?

Além do bom atendimento ao cliente, tratamento cordial e conhecimento sobre os produtos comercializados no posto, os frentistas também possuem alguns deveres. Confira, a seguir, quais são.

Lavagem dos para-brisas e janelas dos veículos

Independente de qual seja o serviço ou produto que um motorista deseja ao chegar ao posto, pode ser uma excelente ideia oferecer a ele a lavagem do para-brisas, das janelas e dos faróis.

Essa prática tem o objetivo de melhorar significativamente o aspecto físico, a segurança e visibilidade do motorista.

Utilização de equipamentos de segurança

O trabalho dentro de um posto de combustível não é muito complexo, mas requer uma dose considerável de cuidado e atenção, já que oferece aos seus colaboradores um grau classificado como elevado de riscos. Tanto é que ele pode e deve receber um adicional de periculosidade em seus vencimentos.

O frentista deve, obrigatoriamente, usar os Equipamentos de Proteção Individual, EPI´s apropriados para executar determinadas funções, conforme a Portaria 1.109 do Ministério do Trabalho e Emprego, mais conhecida como Portaria do Benzeno.  Deve conhecer o LTCAT (Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho), PSMSO(Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional) e PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), em especial o capítulo que versa sobre as atividades, os riscos e os equipamentos de proteção individual (epi´s), bem como os de uso coletivo a serem utilizados em cada atividade.

Esses equipamentos são basicamente:

  • boné;
  • capacete;
  • calça e bata ou ainda um macacão;
  • coletes de sinalização;
  • luvas químicas;
  • luvas de borracha vinílica;
  • óculos de proteção;
  • sapato ou bota, para fins de proteção. Esse sapato deve ser confeccionado com material em couro, solado antiderrapante e um bico de proteção de metal.

Limpeza do local de trabalho

Uma atividade que pode parecer não tão significante assim à primeira vista, mas que na realidade é crucial para as atividades do posto e o sucesso do mesmo é a limpeza do mesmo. Esse zelo e limpeza são fundamentais para assegurar boas condições para os funcionários e para os próprios clientes.

Além de permitir que o sistema de contenção de derrames, coleta de água e resíduos oleosos funcione adequadamente, a caixa separadora de água e óleo, os sumps das bombas e filtros e os spill containers das tomadas de descarga de combustíveis devem estar sempre limpos e em condições de uso, sem comprometer a segurança de todo o estabelecimento.

Sendo assim, o frentista deve manter o local de trabalho sempre limpo, além de guardar e organizar os equipamentos nos locais previamente estabelecidos. Além disso, os resíduos precisam ser tratados em consonância com as leis e normas ambientais em vigor.

Ele deve armazenar com bastante cautela, conservar apropriadamente e limpar todos os materiais, equipamentos, ferramentas, instrumentos e obviamente, a área de trabalho.

Operar softwares informatizados para o controle de frotas

Visto que o frentista precisa realizar o controle de frotas, ele pode usar softwares informatizados e modernos. Nesses programas, ele pode informar todos os dados do veículo, do condutor, a quilometragem, a quantia abastecida.

Os objetivo disso são detectar vazamentos e não conformidade no sistema de abastecimento e realizar o controle do estoque de combustível disponível, aditivado ou não.

Enchimento e calibragem dos pneus

Outro dever  do frentista é oferecer e efetuar o enchimento e a calibragem dos pneus, quando autorizado ou solicitado pelo cliente. Para isso, ele deve se valer de uma bomba de ar e do barômetro, a fim de proporcionar aos pneus a pressão demandada para o tipo de carro em específico, a quantidade de carga ou ainda as condições da estrada.

Zelar pela segurança do posto e das pessoas

O frentista também fica encarregado de aplicar todas as normas de segurança possíveis na realização das tarefas. Ele deve proibir a utilização de celulares, impedir o ato de fumar no local, solicitar o desembarque dos motociclistas no momento do abastecimento e usar extintores de incêndio quando necessários.

FONTE 23/07/2018 em gestão por Dawilsson Laje 
logo

Facebook

Siga-nos no facebook
Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar