28 de maio de 2018

EPAMA

Noticias

Procrastinar é um bom negócio!?!

“Enriquecer é uma somatória de atitudes: empreender, inovar, criar, mobilizar recursos, investir com sabedoria, não basta apenas trabalhar.”

Álvaro Modernell

(Todas as postagens foram baseadas em fatos reais pelo consultor Edson Carlos de Oliveira)

Negócios foram feitos para ser rentáveis, mas por que alguns não são tão rentáveis? Muitas vezes porque o empreendedor abusa, e com maestria, do ato de procrastinar, que popularmente também chamamos de “empurrar com a barriga”.

Em meus trabalhos de consultoria, isto é muito comum entre os empresários, digo até que eu também padeço deste problema em algumas circunstâncias, principalmente quando deixo para o último dia a apresentação de uma palestra ou de um novo modelo de trabalho ao meu cliente. Por sorte, no final sempre acaba dando certo, mas em alguns casos, não! Vejamos alguns casos que já convivi em meus clientes

– Um determinado cliente, depois de muito procurar, encontrou um profissional ideal para o qual estava procurando. Apostando na possibilidade de entrevistar mais alguns e, encontrar um profissional ainda melhor, o fez, passado alguns dias, concluiu que o profissional ideal para a sua empresa era aquela que encontrara dias atrás, quando o contato foi feito, o mesmo já estava trabalhando em outra empresa. A procrastinação fez com que um profissional fosse perdido.

– Outro cliente estava muito feliz com um determinado profissional. Era comprometido, assíduo e pró-ativo. Certo dia este profissional encontrou outro emprego e pediu demissão. Imediatamente o meu cliente fez a contraproposta, a qual foi recusada pelo profissional que alegou, se isto ocorresse há uns dois meses, eu aceitaria, mas agora é tarde. Lá se foi um bom profissional devido à procrastinação.

– Um potencial cliente meu não deu retorno de aprovação de uma proposta de trabalho, isto é normal, ninguém é obrigado a contratar os meus serviços. Passado algum tempo, voltou e me procurou desesperado, precisamos resolver os problemas de minha empresa o quanto antes, precisamos resolver para “ontem”. Não dava mais, a empresa estava tão comprometida financeiramente que pouca coisa podia ser feita àquela altura e, também já não sabíamos mais o quanto esta empresa teria capacidade de pagamento para honrar mais um compromisso financeiro, desta vez com awww.consultoriaplanecon.com.br. A relação comercial não foi em frente e a empresa foi à insolvência.

– Outro cliente precisava trocar o galpão, pois teria que devolvê-lo ao proprietário. Foi ao mercado e chegou a encontrar um ideal ao seu negócio. Achou que poderia encontrar um ainda melhor e mais barato, voltando atrás, o tal galpão ideal já havia sido alugado. Acabou encontrando outro, não tão ideal ao seu negócio, em local fora dos planos iniciais e, mais caro.

Caro empreendedor, ninguém é obrigado a tomar a decisão de forma rápida, mas o mundo gira, a fila anda e boas oportunidades podem ser perdidas pelo simples fato de se querer buscar melhores alternativas, ou seja, procrastinar. Uma revisão de postura e uma decisão na hora certa podem ser mais vantajosas, aproveite as oportunidades, afinal, negócios foram feitos para ser rentáveis.

NEGÓCIOS FORAM FEITOS PARA SER RENTÁVEIS, CONSULTE UM ESPECIALISTA EM CUSTOS

Edson Carlos de Oliveira
Consultor de Custos e Estratégias
www.consultoriaplanecon.com.br

[email protected]

Facebook

Siga-nos no facebook

Publicidade

Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar