20 de julho de 2018

EPAMA

Noticias

Um olho no negócio e outro nos números.

“Trabalhamos com o propósito de tornar nossos produtos obsoletos, antes que nossos concorrentes o façam.”

Bill Gates
(Todas as postagens foram baseadas em fatos reais pelo consultor Edson Carlos de Oliveira)
Negócios foram feitos para ser rentáveis, mas por que alguns não são tão rentáveis? Muitas vezes porque o empreendedor encontra uma oportunidade de negócio, mas não o avalia como um todo, digo, não elabora um Plano Estratégico de Negócios.
Recentemente tive contato com um empresário do ramo de prestação de serviços de portarias e limpezas para condomínios e empresas. O mesmo me relatou que não entende porque os seus negócios não decolam se a receita é a mesma de seu antigo patrão.
Sem estender muito, questionei qual era a receita de seu ex-patrão. Ele me disse, contrata um funcionário por R$800 e o cobra de seus clientes R$2.000 o posto de trabalho, tendo um lucro de R$1.200 por posto. Então questionei, e qual é a sua receita, faço igual e cobro R$100 a menos para conquistar o mercado.
Expliquei a ele que este lucro é ilusório e que, a análise deveria ser feita por um todo, considerando o custo, o lucro e o volume, das quais as três variáveis eram diferentes para o dois.
Ainda não entendendo o que eu queria dizer, fiz a seguinte demonstração para ele:
Ex-patrão Meu contato
Faturamento por Funcionário R$ 2.000 R$ 1.900
Impostos R$ (320) 16% R$ (304)
Salário R$ (800) R$ (800)
Encargos R$ (592) 74% R$ (592)
Cesta Básica R$ (65) R$ (65)
Vale transporte R$ (129) R$ (129)
Contribuição Marginal R$ 94 R$ 10

Pessoal Empregado 250 15

Contribuição Marginal R$ 23.550 R$ 153
Custo Fixo R$ (10.000) R$ (4.000)

Lucro/Prejuizo R$ 13.550 R$ (3.847)

Ponto de Equilíbrio (funcionários) 106 392
Onde podemos concluir que, apesar dos custos fixos dele serem menores do que o do ex-patrão, o ex-patrão ganhava R$94 por posto e ele somente R$10, devido à guerra de preços. Isto porque o lucro ilusório de R$1.200 não considerava custos variáveis importantes como os encargos sociais.
Mostrei que apesar da sua estrutura ser mais enxuta do que a do ex-patrão, como ele ganhava apenas R$15 por funcionário, seria necessário ter 267 funcionários para pagar os custos fixos, enquanto o seu ex-patrão precisava de apenas 40 funcionários.
Então o questionei, o seu plano para ganhar dinheiro levou em consideração somente cobrar mais barato do que o seu patrão? E ele disse “sim”. Aí está o seu erro, você gerou uma necessidade de 267 postos de trabalhos do qual a sua área comercial vai ter que trabalhar muito e, também demorar, para atingir, se é que está capacitada para isto.
Caro empreendedor, reflita sobre este fato real e veja se em sua empresa não ocorre o mesmo, lembrando que quanto mais tempo a sua empresa estiver em situação de ponto e atenção, mais vai aumentando os problemas com fluxo de caixa e juros para os bancos. Aliás, os bancos têm batido recordes de lucros e acho que estes cenários têm contribuído muito para isto. Vamos rever o negócio, procure ajude, afinal, negócios foram feitos para ser rentáveis.

NEGÓCIOS FORAM FEITOS PARA SER RENTÁVEIS, CONSULTE UM ESPECIALISTA EM CUSTOS
Edson Carlos de Oliveira
Consultor de Custos e Estratégias
www.consultoriaplanecon.com.br
[email protected]

© 2011 Epama, Todos os direitos reservados. Desenvolvido por i7Connect Desenvolvimento de sites, Otimização para buscadores, Mídias Sociais

Facebook

Siga-nos no facebook

Publicidade

Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar