28 de maio de 2018

EPAMA

Noticias

Uma das formas de ganhar dinheiro é não perdê-lo.

(Todas as postagens foram baseadas em fatos reais pelo consultor Edson Carlos de Oliveira)
Negócios foram feitos para ser rentáveis, mas por que alguns não são tão rentáveis? Muitas vezes porque o empreendedor não está atento aos custos fixos, aos custos variáveis e ao preço de venda. Muitas vezes isto não é devidamente preocupante porque a empresa é rentável e, nestes casos, as variáveis passam a ter importância secundária, mas quando o lucro não aparece (quando aparece também), há a necessidade de entender melhor estas variáveis.
Custos Fixos são aqueles que a empresa tem independente do volume de vendas/produção. Custos Variáveis são aqueles que a empresa tem somente se houver vendas/produção e o Preço de Venda é quanto o mercado paga pelo produto, independente da estrutura de custos.
Demonstrarei um exemplo dos efeitos destas variáveis de uma forma radical.
Suponhamos que um rádio tenha o seu preço de venda, determinado pelo mercado, em R$15,00. Há uma empresa com capacidade produtiva de 10.000 rádios por mês, os custos variáveis totalizam R$10,00 por rádio e os custos fixos mensais R$10.000.
O que acontecerá com o custo por rádio e o resultado da empresa se a mesma vender somente um rádio no mês? Neste caso, o rádio custará R$10,00 (custos variáveis) + R$10.000,00 (custos fixos), totalizando R$10.010,00. Como o preço de venda é de R$15,00, em função da venda de somente um rádio, haverá um prejuízo de R$9.985,00 neste mês.
Agora vamos analisar o oposto, ou seja, a empresa vendeu 10.000 rádios. Neste caso o rádio custará R$10,00 (custos variáveis) + R$10.000,00 divididos por 10.000 rádios, ou seja, R$1,00 (custos fixos), totalizando R$11,00. Como o preço de venda é de R$15,00, haverá um lucro de R$4,00 por rádio, ou R$40.000 neste mês, formado por 10.000 rádios vendidos, multiplicados por R$4,00 de lucro por rádio
Analisando estes extremos, vemos que o lucro é formado pelo tripé custos fixo, normalmente administrado por quase todos os funcionários da empresa e, principalmente, seus Administradores (responsáveis pela redução de diversos gastos), pelo custo variável, administrados pelo pessoal de compras, planejadores de produção e da área produtiva (custo de compra, produtividade e perdas), e pelos Administradores, desafiando as equipes, determinando metas e as cobrando.
Ficar atento aos custos e seus efeitos em função da economia de escala, que foi o assunto abordado neste texto, é um ato importante na administração dos empreendimentos, não basta apenas ter um bom produto, tem que produzir com baixos custos e vender bastante, evitando ociosidade no processo produtivo, afinal, negócios foram feitos para ser rentáveis.

NEGÓCIOS FORAM FEITOS PARA SER RENTÁVEIS, CONSULTE UM ESPECIALISTA EM CUSTOS
Edson Carlos de Oliveira
Consultor de Custos e Estratégias
www.consultoriaplanecon.com.br
[email protected]
Postado por Edson Carlos de Oliveira

Facebook

Siga-nos no facebook

Publicidade

Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar