21 de novembro de 2018

EPAMA

Noticias

Dicas de ouro para gestão de estoque

Fazer o controle e gestão de uma loja de conveniência não é uma tarefa nada fácil, principalmente quando se trata de gerenciamento de estoque. Controlar e registrar todas as vendas do estabelecimento, apresentar aos clientes um bom atendimento, administrar a equipe e monitorar o estoque são algumas das principais tarefas para o sucesso do negócio. Atividades que requer muita atenção e cuidados do gerente.

Entre as funções citadas, fazer a gestão de estoque é a que requer mais atenção, pois é uma das tarefas mais trabalhosas e difíceis de serem alcançadas. Gerenciar a quantidade de itens armazenados e garantir que esse número não fique alto ou que não faltem produtos nas prateleiras, é muito importante para que as lojas de conveniência tenham resultados positivos.

 

Dicas para melhor gerenciamento de estoque

Neste post será apresentado 5 dicas valiosas para melhor gestão e controle de estoque da loja de conveniência, tarefas complexas e muito importantes desempenhadas pelo gerente do estabelecimento.

Vamos lá!

 

Faça um balanço e cadastre todos os produtos

Primeiramente é necessário que os gestores saibam exatamente quais os produtos que a loja comercializa. Com isso, deve-se levantar e coletar todos os dados e informações dos produtos e posteriormente registrá-los para controle.

O cadastro dos itens comercializados na loja de conveniência pode ser feito em um bom sistema de gestão e até mesmo em uma planilha de Excel. Obviamente, para evitar retrabalhos, ter um melhor controle e gerenciamento destes cadastros, recomendamos que seja feita através do sistema.

Após levantar e conhecer todos os itens, é possível realizar a gestão de estoque e controlar a entrada e saída dos produtos da loja.

 

Tenha um checklist organizado

É essencial que os encarregados da loja de conveniência possuam um checklist organizado e não apenas fazer o levantamento, desta forma poderão verificar a existência ou não de todos os produtos. Esse recurso possibilita aos gestores a encontrarem os itens que estão em alta e agiliza os processos de compra.

 

Crie processos internos

Além de cadastrar os itens e realizar periodicamente um checklist da loja, é necessário que os gerentes criem processos internos a serem seguidos. Para isso é preciso criar fluxogramas e descrever atividades como reposição dos produtos, verificação física do estoque, abertura de pedidos de compra/reposição, entre outros.

Os processos devem ser escritos, registrados e apresentados a todos os funcionários da loja de conveniência. Desta forma eles poderão ser seguidos corretamente, ter um melhor desempenho e assim trazer bons resultados.

 

Envolva toda os funcionários da loja

Não adianta apenas criar os processos e deixar por isso mesmo. É necessário envolver toda a equipe da loja de conveniência, mantê-los por dentro de todas as modificações e tornar com que todos se envolvam com os processos definidos e os coloquem em prática. Para isso pode ser feito uma reunião de alinhamento semanal ou periódica para acompanhar as atividades.

 

Utilize a técnica PEPS

A técnica “Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair”, ou simplesmente PEPS, é uma das mais utilizadas e mais efetivas quando o assunto é gestão de estoque. Por meio dela os gerentes podem garantir que os primeiros itens a entrarem no estoque sejam os primeiros a irem para as prateleiras da loja.

Esse processo lógico de gestão de estoque evita as perdas e garante que os clientes sempre encontrem produtos novos nas prateleiras.

Fonte:Publicado em: 

Fonte  

Facebook

Siga-nos no facebook
Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar