21 de novembro de 2018

EPAMA

Noticias

Por a mão sim, mas na massa certa.

“Em momentos de crise, só a imaginação é mais importante do que o conhecimento”
Albert Eistein

(Todas as postagens são postadas pelo consultor Edson Carlos de Oliveira Consultor de Custos e Estratégias)

Negócio foram feitos para ser rentáveis, mas por que alguns não são tão rentáveis? Muitas vezes porque o empreendedor tem enormes dificuldades em arregaçar as mangas e fazer as coisas acontecerem.

Para fazer as coisas acontecerem há várias formas, vejamos algumas delas:

– pôr a mão na massa, sempre se precavendo para as reais prioridades do negócio, tenho um cliente que entende que pôr a mão na massa é acordar cedo, trabalhar até tarde da noite e deixar todos os procedimentos burocráticos em dia, mas os negócios não acontecem, o pior é que seu sócio pensa do mesmo jeito, deixando a área industrial quase que bem organizada. Esquecem de fechar negócios, assumem e dizem que não gostam da área comercial. Incrível, mas é verdade. Sempre reclamam que os negócios não vão bem.

– não delegar tarefas simples para os funcionários menos qualificados, quando não passam tais tarefas para estes funcionários, preferem fazer. Tenho alguns clientes que preferem ir até um centro comercial comprar um fardo de papel higiênico do que visitar um cliente. Também reclamam que os negócios não acontecem.

– não definir uma política de remuneração motivadora para a equipe comercial, quer que este pessoal ganhe somente se realizarem negócios. Neste caso geram uma dificuldade de contratação de pessoas competentes e captam apenas aventureiros desesperados que contribuirão para o aumento do “turn-over”. Não raro reclamam que o seu negócio não passa por momentos de glória e vivem patinando nos negócios.

– não tratam sua equipe com respeito e querem respeito de sua equipe, desejam obter resultados na base da ameaça e pensam que existe somente a sua empresa que emprega funcionários no mercado, neste caso os piores funcionários permanecem por longos tempos na empresa, com baixa produtividade e baixa auto-estima. Vivem reclamando da equipe e da falta de resultados.

– investem fortunas em software e sonha que o mesmo funcione sozinho, neste caso não percebe que também deverá investir em fazê-lo funcionar e até interferir na implementação para que o investimento tenha retorno. É comum, em um curto espaço de tempo, investir em outros softwares, deixando o investimento anterior de lado imaginando que algum software tenha uma varinha mágica para funcionar sozinho. Resultado, altíssimo investimento em sistemas que não consegue por para funcionar, sem perceber que em outras empresas, o software abandonado funciona bem, se não, a empresa de software nem conseguiria existir.

Caro empreendedor, vamos tomar cuidado com suas ações, lembrando que uma empresa existe para dar LUCRO e todos os esforços devem estar concentrados para este fim: LUCRO, lembrando que sua equipe, fornecedores e clientes não estão morrendo de vontade de obtê-lo para você, afinal, negócios foram feitos para ser rentáveis.

NEGÓCIOS FORAM FEITOS PARA SER RENTÁVEIS, CONSULTE UM ESPECIALISTA EM CUSTOS
Fonte
Edson Carlos de Oliveira
Consultor de Custos e Estratégias
www.consultoriaplanecon.com.br
[email protected]

Facebook

Siga-nos no facebook
Assine nossa Newsletter e receba nossas notícias GRATUITAMENTE!
Assinar